Fandom

Harry Potter Wiki

Decreto sobre Confisco Justificável

2 045 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Share

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Decreto sobre Confisco Justificável é uma lei na Grã-Bretanha bruxa que dá ao Ministério da Magia o direito de confiscar o conteúdo de um testamento, se houver fortes indícios de que itens ilegais podem ser transmitida no referido testamento. A lei foi criada para impedir que bruxos de leguem artefatos das trevas. Ele permite que o Ministério inspecione os bens do falecido por trinta e um dias, após o que devem realizar o testamento se nenhum item das trevas for encontrado.

Foi sob este decreto que o Ministro da Magia Rufo Scrimgeour confiscou o conteúdo do testamento de Alvo Dumbledore, registradas pelos Advogados para o Mundo Mágico, em 1997. Como o Ministério não encontrou nenhuma evidência de magia negra, eles foram forçados a realizar a vontade no final de julho. Scrimgeour foi para A Toca pessoalmente para falar com Harry Potter, Hermione Granger e Ronald Weasley e dar-lhes os três itens que Dumbledore deixou para eles. Ele aproveitou a oportunidade para interrogá-los, suspeitando do motivo que levara Dumbledore a deixar o pomo de ouro, seu desiluminador, e uma cópia de Os Contos de Beedle, o Bardo para eles. A discussão terminou com Scrimgeour saindo depois de Harry te-lo repreendido por desperdiçar o tempo em inspecionar os pertences de Dumbledore e encobrir uma fuga recente de Azkaban de dezenas de Comensais da Morte, ao invés de ajudar a Ordem da Fênix a combater Lord Voldemort.

ApariçõesEditar

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória