FANDOM



Os dragões são criaturas reptilianas gigantescas que voam e que cospem fogo. Amplamente considerados como aterrorizantes, mas imponentes, eles podem ser encontrados em todo o mundo e são frequentemente mencionados no folclore asiático e europeu medieval.

Capazes de voar e cuspir fogo através de suas narinas e bocas, eles são uma das mais perigosas e mais difíceis de esconder no mundo mágico. O Ministério da Magia os classifica como XXXXX, conhecidos matadores de bruxos que são impossíveis de treinar ou domesticar. Apesar de serem perigosos, existem pessoas que são treinadas para trabalhar com eles. Um bruxo que troca e vende ovos de dragão (que é uma atividade ilegal) é chamado de vendedor de dragões.

Descrição Editar

Mães de dragão cospem fogo em seus ovos para mantê-los aquecidos. Dragões não mantêm seus ovos em ninhos.[1] Os primeiros jatos de fogo do dragão, geralmente acompanhados de fumaça grossa cinza, aparecem quando o dragão tem cerca de seis meses de idade. A capacidade de voar normalmente é desenvolvida mais tarde, em torno de doze meses. O dragão atinge a maturidade total aos dois anos de idade, tornando-se pronto para viver sozinho.[2]A Criação de Dragões Como Prazer e Fonte de Renda afirma que dragõezinhos devem ser alimentados com um balde de conhaque misturado com sangue de galinha a cada meia hora.[3]

Comportamento social Editar

Não se sabe muito sobre o comportamento do dragão, no entanto, parece que, pelo menos com o Meteoro-Chinês, as fêmeas são geralmente maiores e dominantes sobre os machos. Animais Fantásticos e Onde Habitam afirma que às vezes as fêmeas expulsam os machos de seus territórios, pelo menos com o Olho-de-Opala.

Os dragões costumam ser altamente agressivos em relação a qualquer coisa, até mesmo bruxos, e às vezes atacam humanos sem provocação, como no caso do Incidente de Ilfracombe.

História Editar

O Grande Incêndio de Londres em 1666 foi provavelmente iniciado por um jovem dragão Verde-Galês mantido no porão da casa em Puddling Lane.

Dragões na cultura do mundo dos bruxos Editar

"É difícil evitar que os trouxas reparem em nós se criarmos dragões no quintal. Em todo o caso, não se pode domesticar dragões, é perigoso."
Ronald Weasley sobre os dragões e sua natureza[fnt]

O primeiro nome de Draco Malfoy vem da constelação do Dragão ("Draco" em latim). O lema da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts é Draco dormiens nunquam titillandus, que em latim quer dizer Nunca faça cócegas em um dragão adormecido.

Usos Editar

Livros Editar

Raças conhecidas Editar

A existência destes dois dragões só é mostrada em uma página de anotações sobre o livro A Criação de Dragões Como Prazer e Fonte de Renda:

Por trás das cenas Editar

Dragões existem nas lendas de muitas culturas por todo o mundo. Os dragões de Harry Potter têm maior semelhança com o moderno dragão europeu pois eles voam, cospem fogo e têm sangue magicamente poderoso.

  • Uma das muitas formas que fogomaldito pode tomar é um dragão.
  • A maioria dos dragões nos filmes têm a postura de um pterossauro.
  • Em casos raros, um patrono pode assumir a forma de um dragão, de acordo com o Pottermore.
  • Os dragões provavelmente seriam considerados monotremados se evoluíssem naturalmente, pois produzem leite como um mamífero, mas também põem ovos como um monotremado.

Aparições Editar

Notas e referências Editar

  1. Animais Fantásticos: Casos do Mundo Mágico
  2. Site Oficial de J. K. Rowling
  3. Harry Potter e a Pedra Filosofal
  4. https://www.pottermore.com/news/watch-the-first-trailer-for-fantastic-beasts-the-crimes-of-grindelwald