FANDOM



O Ghoul (erroneamente traduzido como Vampiro), embora feio, não é uma criatura particularmente perigosa. Parece um ogro escorregadio e dentuço e, em geral, habita os sótãos ou os celeiros de propriedade de bruxos onde come aranhas e mariposas. Ele geme e de vez em quando atira objetos pela habitação, mas é em essência um simplório que, na pior das hipóteses, rosna assustadoramente para todos com quem se depara. Existe uma Força-Tarefa para ghouls no Departamento para Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas que se encarrega de removê-los das habitações que passaram às mãos de trouxas, mas nas famílias bruxas, o ghoul muitas vezes é assunto de conversas ou até bicho de estimação.

Nas edições brasileiras, ghoul recebeu erroneamente a tradução de vampiro. Visto que, vampiros são descritos como pessoas de fato, humanos. Na Festa de Natal do Clube do Slugue, há a presença de um vampiro: Sanguini.

2ª Guerra Bruxa Editar

Durante a 2ª Guerra Bruxa, Ronald Weasley usou um ghoul como disfarce para o Ministério da Magia na época tomada pelos Comensais da Morte, pensar que ele não foi a Hogwarts por estar doente, e não por estar ajudando Harry Potter e Hermione Granger a achar as Horcrux, mantendo assim a Família Weasley a salvo.

Aparições Editar

Notas e referências Editar