Fandom

Harry Potter Wiki

Horcrux

2 045 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Horcrux é um objeto criado por meio das Artes das Trevas, a qual guardaria um pedaço da alma do bruxo que a criou. Para partir sua alma, o bruxo deve cometer um ato que desafie a natureza, algo que corrompa a ordem natural das coisas, que seja capaz de mutilar a alma de seu ser: assassinar um ser humano. Uma vez que a Horcrux é feita, ela serve de salva-vidas, um seguro de vida para o bruxo, uma vez que, mesmo se seu corpo for destruído, sua alma não pode partir, então ele não morre.

Atualmente, o último bruxo conhecido a criar Horcruxes foi Lord Voldemort, que também mantem o recorde de criador de mais Horcruxes, sendo seis criadas intencionalmente e uma involuntária.

Além disso, quanto mais Horcruxes forem criadas, mais o bruxo se aproxima da verdadeira imortalidade. Porém, criar várias Horcruxes causa danos ao criador, pois este tem sua alma seriamente mutilada o que pode desfigura-lo fisicamente.

Origens Editar

A primeira Horcrux foi criado por Herpo, o Sujo. O único outro criador conhecido dele era Lord Voldemort. Na verdade, Voldemort criou sete Horcruxes. Horácio Slughorn mencionou que o destino daqueles que usaram Horcruxes para sobreviver era algo que só que alguns iriam preferir, que sugeriu que alguns outros tinham criado suas próprias Horcruxes.

Natureza Editar

Criação Editar

O feitiço exato para a criação de uma Horcrux é desconhecido para a maioria dos bruxos, e um dos poucos livros (Magia mui maligna)que contém essa informação foi confiscado da biblioteca de Hogwarts por Alvo Dumbledore quando este ainda era diretor.

O objeto que vai ser transformado costuma ser algo de valor para o bruxo, por seu valor emocional, econômico ou histórico. Tal objeto costuma ser guardado com todo cuidado, pois se for destruído, o pedaço da alma ali guardado é perdido para sempre.

A vítima do assassinato deve ser preparada de aolgum modo profano, mas o método exato está trancado a sete chaves em livros de magia negra muito poderosos.

Poderes Editar

Os fragmentos da alma de uma pessoa dentro de uma Horcrux podem pensar por si mesmos e têm certas habilidades mágicas, incluindo a capacidade de influenciar aqueles em sua proximidade. Quando Harry, Rony e Hermione estavam carregando o medalhão de Salazar Sonserina em seus pescoços, em 1997, cada um deles tornou-se sombrio e mais propenso a luta, especialmente Ron. Eles também foram incapazes de convocar os seus patronos, enquanto usando o medalhão uma vez que o fragmento de alma dentro estava escurecendo seus pensamentos. Uma pessoa com uma afinidade para as Artes das Trevas, por outro lado, seria reforçada pela influência de uma Horcrux, como Dolores Umbridge foi quando usando o medalhão de Salazar Sonserina. Se uma pessoa é mais emocionalmente vulnerável, é possível para a alma dentro da Horcrux para assumir o controle dele ou dela, como o diário de Tom Riddle fez com Gina Weasley. Na verdade, Voldemort se aproveitou desse poder possessivo para reabrir a Câmara Secreta, usando o diário como uma arma em vez de uma salvaguarda.

Desta forma, uma Horcrux pode se alimentar gradualmente da vida de outra pessoa ou de suas emoções negativas se fortalecendo e aumentando a capacidade do fragmento de alma dentro de agir independentemente no mundo físico. O melhor exemplo disso é o caso do diário de Tom Riddle. Durante décadas, o diário permaneceu dormente na posse de Lúcio Malfoy, fazendo nada mais do que salvaguardar o fragmento de alma de Tom Riddle. Quando Gina Weasley começou a transcrever seus medos e inseguranças nas páginas do diário, o fragmento da alma de Tom Riddle contidos não só era capaz de escrever de volta para Gina, mas acabou drenado vida o suficiente para fora dela para realmente se manifestar em uma forma semi corpórea e com capacidade de fazer magia com a varinha de Harry Potter. poder Da mesma forma, o medalhão de Salazar Sonserina ganhou lentamente quando ele estava na posse de Harry, Ron e Hermione nos meses antes de sua destruição. Pode ser teorizado que o medalhão ganhou um pouco menos de energia a partir deles (não o suficiente para Riddle se manifestar plenamente, mas ainda o suficiente para falar e criar ilusões), porque Harry, Rony e Hermione estavam resistindo ativamente a influência do medalhão em vez de abraça-la como Gina tinha feito com o diário. Por outro lado, Horcruxes que foram isoladas por longos períodos de tempo (tal como a taça de Lufa-Lufa e Diadema de Ravenclaw) foram muito passivos por comparação e não tomaram medidas reais para se proteger. Mesmo o medalhão de Sonserina foi bastante inerte quando foi descoberto inicialmente em um armário na sala de estar do Largo Grimmauld, nº12, exibindo nenhum outro poder do que ser impossível abrir.

Horcruxes também possuem alguns linhas de defesa contra a destruição. O fragmento da alma dentro de uma Horcrux parece ser capaz de perceber ameaças iminentes e pode agir para se defender. Por exemplo, o medalhão de Sonserina violentamente insultou Ron Weasley com visões de seus medos mais profundos, na esperança de o impedir de destrui-lo com a espada de Grifnória, e até mesmo tentou estrangular Harry Potter quando ele estava perto de obter a espada com a intenção de destruir o medalhão. No entanto, esta forma de defesa pode não ser viável se o fragmento de alma em questão não é dado força ou chance de retaliar, como enquanto Harry abriu o medalhão com a língua das cobras antes de permitir que Ron para atacá-lo, tanto a taça de Lufa-Lufa e Diadema de Ravenclaw foram rapidamente destruídos o momento em que o trio teve a oportunidade.

Além de seu mecanismo de auto-defesa do fragmento de alma, uma Horcrux é geralmente encantada pelo criador tendo outras formas de defesas para evitar a destruição. O Anel de Servolo Gaunt, por exemplo, continha uma maldição mortal que mataria qualquer um que o tocasse. Pelo menos o medalhão de Salazar Sonserina era inquebrável pela magia de um elfo doméstico. O Diário de Tom Riddle estava completamente à prova de água e impermeável à tinta derramada.

Reversão Editar

O único modo de reverter o feitiço Horcrux é se o bruxo com a alma partida tentar reunir os pedaços da alma, através do arrependimento por seus crimes. Mas o remorso que advém do arrependimento causa um sofrimento tão grande, uma dor tão atroz, que poucos bruxos sobrevivem ao processo de recuperação da alma.

Destruição Editar

Horcruxes também poderia ser destruído. Se o corpo de uma pessoa fosse destruído, sua alma permaneceria intacta, enquanto que com uma Horcrux, era o contrário, como o pedaço de alma dependia de seu recipiente para sobreviver. A destruição de uma Horcrux é difícil, mas não impossível, e exige que o receptáculo seja danificado completamente além do reparo físico ou mágico. Quando uma Horcrux é danificada a esse ponto, ela pode aparecer que está "sangrando" (tinta no caso de o diário de Tom Riddle e uma "substância parecida com sangue negro" no caso de Diadema de Ravenclaw) e um grito pode ser ouvido como o fragmento de alma morre. No entanto, como medida de segurança para proteger seu fragmento de alma, o criador pode colocar poderosos encantamentos para o artefato para evitar danos, até o ponto onde a mais poderosa magia de um elfo doméstico não teria sucesso.

Não se sabe se o criador de uma Horcrux é capaz de perceber que seu fragmento de alma foi destruído, embora Dumbledore declarasse que, no caso particular de Voldemort, ele não iria sentir a sua perda, porque a sua alma foi dividida muitas vezes e se hospedaram por muito tempo.

Todos os métodos conhecidos de destruição Horcruxe necessitam que o "recipiente" seja danificados (que, no caso de recipientes que vivem, significa que eles devem ser mortos).

Por exemplo, veneno de basilisco ira danificar irremediavelmente uma Horcrux (exceto em Horcruxes vivas, que poderiam ainda sair salvas através da administração rápida de lágrimas de fênix, uma substância extremamente rara). Outros métodos conhecidos são Fogomaldito (como evidenciado pela destruição de Diadema de Rowena Ravenclaw), que exigia extrema habilidade para controlar, e a Maldição da Morte (em Horcruxes vivas). No entanto, Harry Potter nunca foi uma Horcrux intencional e por isso não pode trabalhar em uma solução adequada, Horcrux animada (como Nagini) e, provavelmente, tiveram efeitos colaterais imprevistos.

Efeitos colaterais Editar

Para criar um Horcrux é necessário dividir a alma - a "essência de si mesmo" - e, portanto, vai contra primeira das Leis Fundamentais da Magia de Adalberto Waffling, que afirma, apenas se deve interferir com sua alma "se estiver preparado para enfrentar as consequências mais extremas e perigosas".

Desumanização Editar

Um destes tais efeitos colaterais é o efeito "desumanização" que a mutilação de uma alma causa. Quantas mais Horcruxes se cria, menos humano torna-se, emocional e fisicamente; por exemplo, na memória do elfo doméstico Pokey Tom Riddle é inicialmente para ser outra maneira normal, apesar de dez anos depois suas feições parecerem que foram queimadas e turvadas, e sua pele ficou extremamente branca. Pode-se, portanto, supor que durante esses dez anos que ele havia criado mais de uma Horcrux que, por sua vez forjou mais mudanças físicas em Voldemort do que o tempo.

Naturalmente, esta primeira consequência da dehumanização tem o seu próprio efeito secundário; logicamente, que se torna desumanizado pela criação de uma Horcrux, então eles vão ter menos ações da moralidade em geral, aumentando a probabilidade de que eles vão criar outra Horcrux, que por sua vez a de torná-los menos humano e, portanto, menos moral, o que aumenta ainda mais a sua probabilidade de fazer mais Horcruxes e assim sucessivamente. Em outras palavras, a criação de Horcruxe pode ser pensada como uma "bola de neve" ou "circulo vicioso" até que um atinge o limite, ponto no qual nenhuma outra Horcrux pode ser feita.

Aparência Editar

Note-se que não está claro se os olhos vermelhos e narinas de fenda que Voldemort tinha depois que ele renasceu são causados ​​por ter mais Horcruxes que ele fez do que quando ele se candidatou para professor de Defesa Contra as Artes das Trevas uma segunda vez, ou se eles são características de uma pessoa que tenha sido ressuscitada com a ajuda de serpentes (que desempenharam papel-chave em seu renascimento). É provável que ele executou essas transformações antes de sua ressurreição como todos os seus Comensais da Morte parecem reconhecê-lo, sem dúvida, depois de Voldemort retornou.

Instabilidade Editar

Um terceiro efeito colateral da criação de Horcruxe é que a própria alma torna-se instável (mesmo com a criação de apenas um Horcrux). Os perigos precisos desta desestabilização espiritual não estão detalhado explicitamente, no entanto, alguns podem ser recolhidas a partir dos acontecimentos nos livros.

Por exemplo, a criação da sétima "Horcrux" de Voldemort - Harry Potter. É conhecido por ser o resultado direto disto. Quando Voldemort foi atingido pela maldição que lançara para matar Harry em Godric's Hollow, que causou alma de Voldemort se dividir, com um fragmento permanecendo nele e a outra parte deslocando-se imediatamente buscando a única outra coisa viva no quarto e ficando lá - Harry Potter. No entanto, este fragmento parasitário da alma de Voldemort que acompanhou Harry não era realmente uma Horcrux, uma vez que não foi criado intencionalmente e as partes necessárias do processo de criação da Horcrux não foram realizados.

Limbo Editar

Outo efeito colateral conhecido final da criação de Horcrux é a incapacidade de passar do limbo após a morte. Isto é visto quando Voldemort é atingido pela Maldição da Morte (após a destruição de todas as outras Horcruxes), que terminou com sua vida de uma vez por todas, a sua quebrada e mutilada alma foi forçada a existir na forma atrofiada de um bebê esfolado e mutilado que Harry viu em King's Cross durante a sua visita ao limbo, incapaz de voltar para a terra dos vivos e de se tornar um fantasma, e incapaz de ir para a terra dos mortos, porque sua alma estava mutilada e imoral. Não se sabe se isto é um destino padrão dispensado para todos os criadores de Horcrux, ou se eré a única para Voldemort, devido ao número de seu Horcruxes. Independentemente disso, a reconciliação não pode ocorrer após a morte, como o estado da alma na morte permanece para sempre, por isso a maior de todas as consequências incorridos pela criação Horcrux pode ser a possibilidade de ficar eternamente no limbo.

As Horcruxes de Lorde Voldemort Editar

Em sua passagem por Hogwarts, Tom Riddle estudou e aprendeu, com livros da Seção Restrita, incluindo Segredos das Artes das Trevas, e com a ajuda involuntária do mestre de poções Horácio Slughorn, o processo para a criação de uma Horcrux. Porém, em sua ambição em vencer a morte e seu desprezo pela humanidade, Riddle ousou muito ir além de qualquer outro bruxo das trevas conhecido: para ser imortal, partiu sua alma em sete partes (sete é um número considerado mágico em praticamente todas as religiões e tradições mágicas do mundo), em que seis partes seriam guardadas por Horcruxes e uma ficaria com ele mesmo. Inadvertidamente, quando atacou os Potter em Godric's Hollow, Voldemort criou uma sétima Horcrux, e um pedaço de sua alma mutilada ficou entranhado em Harry Potter, dando-lhe alguns poderes do Lorde das Trevas.

Voldemort sempre valorizou sua herança bruxa e quis que suas Horcruxes fizessem parte da história de Hogwarts: por isso, sempre tentou transformar objetos de grande valor histórico relacionados aos fundadores da escola em receptáculos para sua alma, o que virtualmente garantiria sua eternidade, pois nenhum desavisado teria coragem de destruir uma peça de tão grande valor.

Veja a seguir quais as Horcruxes criadas por Riddle:

Diário de Riddle Editar

38107252.jpg

O diário de Tom Riddle

Um diário comum, comprado numa livraria trouxa, foi a primeira Horcrux criada por Riddle, quando ele ainda era aluno de Hogwarts: Sua criação coincidiu com a primeira abertura da Câmara Secreta, e a vítima foi a Murta que Geme. O diário passou vários anos guardado na mansão de Lúcio Malfoy, o qual nem desconfiava que o objeto em seu poder fosse uma parte da alma de seu mestre. Quando o Ministério da Magia começou a investigar as casas de bruxos anteriormente ligados às Artes das Trevas, Malfoy repassou o diário para Gina Weasley, de modo que sua família fosse prejudicada, caso o diário fosse descoberto. Foi destruído em 1993, na Câmara Secreta, por Harry Potter, usando um dente de basilisco.

Hpnbhorr-w400.jpg

O anel de Servolo Gaunt

Anel dos Gaunt Editar

Provavelmente uma das poucas peças de valor da família Gaunt, este anel tem o símbolo das Relíquias da Morte, considerado erroneamente como o brasão dos Peverell por Servolo Gaunt. Esta Horcrux foi criada pouco antes de Riddle terminar seus estudos em Hogwarts, e a vítima utilizada foi Tom Riddle Sr., o pai de Lorde Voldemort, junto com sua família trouxa. Foi destruído em 1996, por Alvo Dumbledore, usando a espada de Grifnória(impregnada de veneno de basilisco).

A pedra do anel é uma das Relíquias da Morte, a Pedra da Ressurreição.

Medalhão de Sonserina Editar

Jóia 11.jpg

O medalhão de Salazar Sonserina

A segunda peça de valor dos Gaunt, foi roubado por sua filha Mérope quando fugiu de casa com Tom Riddle Sr., e quando ele a abandonou grávida, ela vendeu o medalhão a um preço baixíssimo à loja Borgin & Burkes, de modo que o mesmo pareceu perdido por vários anos. Quando Voldemort trabalhou na Borgin&Burkes em sua juventude, roubou o medalhão e o transformou em uma Horcrux. Com a ajuda de Régulo Black (irmão caçula de Sirius Black), encerrou o mesma em uma caverna cheia de Inferi, com uma poção poderosa a cobrir o medalhão. Mais tarde, traindo seu mestre, Régulo roubou o medalhão e entregou-o ao elfo Monstro, com a ordem de destruí-loa todo custo (Monstro não conseguiu cumprir essa ordem). Quando Sirius Black morreu, a casa dos Black foi arrombada e saqueada por Mundungo Fletcher, que levou também a Horcrux. No Beco Diagonal, Fletcher foi abordado por Dolores Umbridge, que confiscou o medalhão e alegou que era uma herança de família, uma prova de seu sangue puro]. Mais tarde foi roubada por Potter, Weasley e Granger. O Medalhão de Sonserina foi destruído em 1998, por Rony Weasley, usando a espada de Grifnória.

Taça de Hufflepuff Editar

A ta a de hufflepuff 1.jpg

A Taça de Helga Lufa-Lufa

Guardada como relíquia de família, a Taça nunca despertou grande curiosidade entre os estudiosos, mas a cobiça de Voldemort assim que ele soube onde ela estava. Após matar sua dona, ele tomou a taça e fugiu sem deixar pistas. Após seu retorno, ordenou que sua seguidora Belatriz Lestrange guardasse a a Horcrux, como um favor pessoal, em seu cofre em Gringotes. Mais tarde, o cofre foi roubado por Potter e seus amigos, no primeiro roubo bem sucedido da história do banco. A Taça foi destruída em 1998, por Hermione Granger, usando um dente de basilisco.

Tiara de Ravenclaw Editar

Download-0.jpg

O diadema de Rowena Ravenclaw

Conhecida como a Tiara Perdida, esse é o único objeto dos fundadores que teria algum poder oculto antes mesmo de passar pelas mãos de Lorde Voldemort: segundo a lenda, ela aumentaria a inteligência de seu usuário. Por essa habilidade, foi alvo de uma traição sem precedentes na história da magia: Helena Ravenclaw, filha única de Rowena Ravenclaw, roubou a tiara de sua mãe para ser mais inteligente que a mesma. Em sua fuga pela Albânia, foi perseguida por um nobre que a amava, e foi morta pelo mesmo nobre, que também se matou. Ambos se transformaram em fantasmas de Hogwarts: Helena virou a Dama Cinzenta, o sábio fantasma de Corvinal, e o nobre virou o Barão Sangrento, o assustador fantasma de Sonserina; e a tiara permaneceu perdida por séculos.Quando Riddle era um estudante, ele convenceu a Dama Cinzenta a revelar a localização exata da Tiara, que prontamente foi encontrada e transformada. Riddle voltou vários anos depois a Hogwarts, já usando o nome Voldemort, para tentar conseguir a vaga de professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, e escondeu a Tiara na Sala Precisa, onde ficou escondida de todos. Foi destruída sem querer em 1998, por Gregório Goyle, usando Fogomaldito.

Nagini Editar

Images-0.jpg

A única Horcrux intencionalmente viva, Nagini é uma serpente enorme, extremamente venenosa, que obedece Voldemort muito mais do que outras serpentes obedeceriam a um ofidioglota. Seu veneno é extremamente potente, quase incurável. Além do veneno a cobra possui imensa força, inteligência quase humana, e pode engolir um ser humano inteiro. Segundo Alvo Dumbledore, Nagini teria sido uma escolha estranha para uma Horcrux, uma vez que um animal dificilmente se manteria incólume e controlável; mas Voldemort pode ter escolhido a mesma como um modo de reforçar sua ligação de sangue com Salazar Sonserina. Nagini foi destruída em 1998, por Neville Longbottom, usando a espada de Grifnória.

Harry Potter Editar

Download (1)-0.jpg

Harry Potter

A sétima Horcrux, a única involuntária, Harry Potter manteve uma pequena parte da alma de Lorde Voldemort dentro de si, o que lhe deu a habilidade de falar com as cobras (ofidioglossia), e sempre que Voldemort estava por perto ou com raiva, a cicatriz de Harry começava a doer e queimar. Mais tarde, a ligação entre os dois foi fortalecida quando o Lorde das Trevas usou o sangue de Potter para voltar à vida, de modo que tanto Potter, como Voldemort, podiam examinar a mente um do outro; mais tarde Voldemort tentou retirar a ligação empática dos dois, sem sucesso. Curiosamente, o único jeito de livrar Harry dessa parte da alma de Voldemort seria se o próprio Voldemort matasse Harry, sem que este último tentasse se defender. Foi o que Harry fez, e por isso teve a chance de voltar.

Pseudo-Horcruxes Editar

Enquanto eles não se encaixam na definição de um Horcrux, como eles não foram criados intencionalmente usando o feitiço da Horcrux com a finalidade de obter a imortalidade, Voldemort usou outros dois recipientes de alma que tinham propriedades similares as das Horcruxes. Na verdade, eles eram tão semelhantes que por simplicidade Dumbledore disse a Harry que o fragmento da alma de Voldemort dentro dele fez uma Horcrux, apesar de este não ser o caso. Diferente do processo de criação, a diferença mais notável é que esses recipientes alma não se tornam objetos escuros, ao contrário Horcruxes. criador, como Harry Potter ser capaz de usar a língua das cobras que é um das habilidades de Voldemort. Além disso, cria uma ligação mental entre os dois, a força dela parece depender da força do criador. Por exemplo, quando Voldemort estava fraco e apenas em uma forma espiritual, Harry só podia sentir sua presença quando ele estava por perto e sentindo sua raiva, mas depois que ele voltou para um corpo, este se expandiu na visão de sonho ocasional de coisas que acontecem com Voldemort. Depois de Voldemort retornar ao poder pleno, esta ligação expandiu-se para que Harry tivesse visões completas em seus sonhos do que Voldemort estava fazendo, mas o link pode também ser bidireccional e Voldemort foi capaz de usá-lo para implantar uma visão falsa na mente de Harry. O link pode ser desligado com Oclumência por parte de um dos dois com o link, mas se a Oclumência desliza, o link pode reabrir. A única maneira de romper o vínculo completamente e retirar as habilidades da Horcrux é destruir a própria Horcrux.

  • Os livros previamente estabelecido que Voldemort não pode sentir quando uma Horcrux é destruída. No entanto, este foi completamente revertido nos filmes. Essa é a razão pela qual ele começa a jornada de ver se todas as Horcruxes são seguros nos livros, nos filmes, mas não está claro se ele mesmo verifica seus esconderijos. Quando Hermione destrói a Taça de Lufa-Lufa, Voldemort, Harry e Nagini todos parecem ser momentaneamente incapacitado pela dor. Isso também acontece quando o Ravenclaw Diadema e Nagini são destruídos, mostrando claramente que todas as Horcruxes ea Alma Mestre sentir a destruição uns dos outros.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória