Fandom

Harry Potter Wiki

Mapa do Maroto

2 045 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Marauders-Map-Prop-Replica-Mapa-Maroto-01.jpg

O Mapa do Maroto é um mapa de Hogwarts com propriedades mágicas criado nos anos 70, antes do nascimento de Harry e seus amigos, pelos quatro marotos: Remo Lupin (Aluado), Pedro Pettigrew (Rabicho), Sirius Black (Almofadinhas) e Tiago Potter (Pontas). Ativado somente se dita a frase eu juro solenemente não fazer nada de bom e desativado pela frase malfeito feito, o mapa é capaz de mostrar a localização exata de cada pessoa dentro dos limites de Hogwarts (seus movimentos são indicados por pegadas), além de indicar caminhos, passagens secretas e outros pontos de interesse pelo castelo e seus terrenos.

Após anos de uso pelos seus criadores originais, o mapa fora confiscado por Argo Filch que, por ser incapaz de praticar magia, nunca conseguiu utilizá-lo. Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, descobrimos que o mapa fora achado no armário de Filch por Fred e Jorge Weasley em seu primeiro ano em Hogwarts, e que vendo Harry Potter triste por não ter permissão para ir a Hogsmeade com os amigos, resolvem dá-lo de presente ao menino, já que para eles, não era mais necessário.

Descrição Editar

O mapa não só mostra cada sala, cada corredor e cada canto do castelo de Hogwarts e cada ponto específico de seus exteriores, como também a localização de cada passagem secreta e cada pessoa andando pela escola (seja aluno ou funcionário), representando-a por pegadas. Além disso, o mapa também indica o nome real de cada pessoa e não é enganado por encantamentos, transformações, poções polissuco e outras formas de modificar a aparência. Até mesmo os fantasmas que rondam a escola são rastreados.

O mapa mostra a localização de sete passagens secretas, incluindo uma para Hogsmeade (que Harry usa para ir até a Doces dos Duques/Dedosdemel).

No entanto, o mapa também está sujeito a falhas. Ele não é capaz de distinguir pessoas com o mesmo nome e também não identifica locais criados intencionalmente para não serem rastreados, como a Sala Precisa e a Câmara Secreta. Apesar de que, estes locais podem não estar no Mapa, pois os Marotos não os encontraram.

Para ativá-lo, basta tocar de leve com a varinha no pergaminho e dizer: Juro solenemente que não pretendo fazer nada de bom. Imediatamente linhas de tinta começam a delinear as seguintes palavras:

Os Srs. Aluado, Rabicho, Almofadinha e Pontas,

fornecedores de recursos para feiticeiros malfeitores, têm a honra de apresentar:

O MAPA DO MAROTO

Então se tornam visíveis todos os detalhes dos terrenos e do castelo, além dos pontinhos minúsculos que se movem junto com pegadas, representando as pessoas que se encontram dentro e fora de Hogwarts.

Para apagar tudo o que estava ali desenhado, ou seja, deixar o pergaminho em branco, é preciso tocar com a varinha novamente e dizer Malfeito feito!

O Mapa do Maroto foi enfeitiçado pelos seus criadores, para que ninguém que não diga as palavras necessárias possa lê-lo, e para que este que tente lê-lo ou desvendá-lo seja insultado por escrições que aparecem no Mapa.

Em "Harry Potter e o Prisoneiro de Azkaban", Severo Snape Tenta ler o mapa do maroto sem proferir as palavras, e logo, no mapa, aparecem o seguinte trecho:

"O Sr. Aluado apresenta seus cumprimentos ao Prof. Snape e pede que ele não meta seu nariz anormalmente grande no que não é de sua conta.""O Sr. Pontas concorda com o Sr. Aluado e gostaria de acrescentar que o Prof. Snape é um safado mal acabado."

"O Sr. Almofadinhas gostaria de deixar registrado o seu espanto de que um idiota desse calibre tenha chegado a professor."

"O Sr. Rabicho deseja ao Prof. Snape um bom dia e aconselha a esse seboso que lave os cabelos."

Para a sorte de Harry Potter, o professor Lupin chegou e pegou o mapa de Snape, com o argumento de que iria examiná-lo. Caso isso não acontecesse, poderia ter rendido alguns pontos á menos para a Grifnória, ou alguma detenção.

HistóriaEditar

Anos após a sua criação pelos quatro marotos e o confisco pelo zelador Argo Filch, Fred e Jorge Weasley roubaram-no roubaram-no da sala de Filch ainda no primeiro ano deles em Hogwarts. O mapa estava numa gaveta do arquivo onde estava escrito Confiscado e Muito Perigoso. É claro que os gêmeos não resistiram à tentação. Eles descobriram como usar o mapa e deram-no a Harry como presente de Natal antecipado, ensinando-lhe como usá-lo.

Os gêmeos deram o mapa a Harry para que ele pudesse ir a Hogsmeade no terceiro ano, antes do Natal (1993), usando a passagem secreta na Corcunda da Velhota de um Olho Só e saindo na Dedosdemel.

O mapa foi tomado de Harry por Remo Lupin, professor de Defesa Contra as Artes das Trevas no 3º ano. Mas o professor, ao sair do seu cargo, o devolve a Harry, que voltou a usá-lo no quarto, quinto, sexto e sétimo anos, embora não com tanta frequência e finalidade neste último.

Disfarçado de Olho Tonto Moddy com a poção polissuco, Bartô Crouch, Jr. pede o mapa emprestado de Harry Potter em seu quarto ano após este o flagrar no mapa furtando a sala de Snape (embora Harry achasse que era o pai dele, pois ambos tinham o mesmo nome). Descoberta a farsa, Harry recupera o mapa.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória