Fandom

Harry Potter Wiki

Ottaline Gambol

2 045 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Share

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

A Ministra Ottaline Gambol foi uma Ministra do Ministério da Magia Britânico que exerceu o cargo entre de 1827 e 1835. Fascinada com a tecnologia trouxa, ela foi "ousada e polêmica" ao propor um trem como uma solução para o velho dilema de como transportar centenas de estudantes para a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts sem atrair a atenção não-mágica, levando à criação do Expresso de Hogwarts.[2]

Biografia Editar

Vida pregressa Editar

Ottaline Gambol nasceu em algum momento antes de 1827, em algum lugar nas Ilhas Britânicas , a pelo menos um pai mágico.[1] É provável que ela frequentou a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts em sua juventude.

Como Ministra da Magia Editar

Gambol chegou ao cargo de Ministra da Magia, em 1827 e provou ser eficaz na solução do problema de como transportar centenas de estudantes de e para o Castelo de Hogwarts sem atrair a atenção dos trouxas.[2]

Gambol foi eleito Ministro pelo menos duas vezes pela comunidade bruxa britânica e irlandesa.

Chaves de Portal tinham sido organizadas em pontos de coleta em toda a Grã-Bretanha e Irlanda desde a imposição do Estatuto Internacional de Sigilo em Magia em 1692. No entanto, chaves de portal provaram-se não serem a solução ideal para o problema do transporte escolar (até um terço dos estudantes não conseguia chegar a cada ano, assim como muitos estudantes que eram propensos a doença de Chave de Portal). Um retorno à viagem não regulamentada do passado era impossível, bem como outras vias mágicas para dentro da escola (como o uso de Pó de Flu) foram fortemente combatidas por sucessivos diretores, que estavam preocupados com a segurança do castelo ser violada.[2]

Estação de Hogsmeade.png

O Expresso de Hogwarts na Estação de Hogsmeade.

Após três anos de seu tempo no escritório, em 1830,[3] Ministra Gambol fez uma sugestão ousada e controversa para resolver o problema: intrigada com a trouxa tecnologia, a ministra viu o potencial do uso de um trem como uma alternativa segura e confortável de Chaves de Portal. Assim, o Expresso de Hogwarts veio a existir. De onde a locomotiva foi efetivamente obtida permanece desconhecido, mas existem arquivos secretos do Ministério da Magia pertencentes a uma operação de grande escala envolvendo cento e sessenta e sete feitiços de memória, bem como o maior feitiço de Desilusão já realizado na Grã-Bretanha. Na manhã após esta operação, os moradores de Hogsmeade acordaram para encontrar uma estação ferroviária que não tinha estado lá anteriormente e empregados ferroviários trouxas em Crewe tinham a sensação de que tinham perdido algo, que ficou com eles pelo resto do ano.[2]

Durante o seu mandato por volta do ano 1830 , ela contratou a Bruxa dos doces tanto para vender doces e garantir que todos os alunos chegaram em Hogwarts.[3]

Gambol deixou o cargo em 1835.

Aparições Editar

Notas e referências Editar

  1. 1,0 1,1 De acordo com o Pottermore, Nobby Leach (Ministro da Magia entre 1962 e 1968) foi o primeiro nascido-trouxa selecionado para o cargo de Ministro.
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 Informações sobre o Expresso de Hogwarts no Pottermore (transcrição disponível aqui)
  3. 3,0 3,1 Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, Ato Um, Cena Onze


Ministros(a) da Magia da Grã-Bretanha
Ministros da Magia:

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória