Fandom

Harry Potter Wiki

Poção do desespero

2 045 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

A Poção Esmeralda[1] também conhecida como a Bebida do Desespero[2] e Poção do Desespero, é uma misteriosa poção que induz o medo, o delírio, e sede excessiva. De acordo com o Dumbledore, a poção não pode ser "penetrada à mão, desaparecida ou dividida ou apanhada ou aspirada, nem pode ser transfigurada, encantada, tampouco alterada em sua natureza". Ela só pode ser drenada através do ato de beber.

Lord Voldemort usou essa poção como parte das defesas para proteger uma de suas Horcruxes, Medalhão de Salazar Sonserina na Caverna de Cristal. Como uma pessoa não seria capaz de beber todo o conteúdo sem entrar em colapso pelos efeitos terríveis, uma segunda pessoa seria necessária para beber a poção, que Voldemort considerou impossível devido ao barco que conduzia à caverna que era projetado para transportar apenas um bruxo adulto. Esta defesa particular era capaz de ser quebrada em um pequeno número de casos através da utilização de bruxos menores de idade ou criaturas mágicas, como elfos domésticos, presumivelmente porque Voldemort subestimou-os.

História Editar

Depois que ele tinha transformado o medalhão de Sonserina em uma Horcrux, Lord Voldemort decidiu usar uma isolada caverna como um esconderijo seguro. A parte crítica dessa segurança era uma poção especial que era aparentemente de sua própria criação. A bacia de pedra existia no meio do lago subterrâneo, e o medalhão foi colocado imerso no poção. A fim de testar a eficácia das defesas colocados ao redor do medalhão, Voldemort pediu a seus Comensais da Morte para deixá-lo usar um elfo doméstico. Um deles, Régulo Black, ofereceu-se, e ordenou que seu elfo doméstico, Monstro, para obedecer a instruções de Voldemort e, quando terminasse voltasse ao Largo Grimmauld, nº12.

Voldemort testou todas as defesas, incluindo a poção. Como Voldemort esperava, a poção incapacitou Monstro, que ele deixou para trás para morrer. No entanto, Voldemort não percebeu que suas medidas de segurança não impediriam um elfo doméstico de desaparatar, como ele não conseguiu entender que os elfos domésticos tem poderes que os bruxos não possuem. Assim Monstro foi capaz de voltar para casa e relatar os segredos da caverna para Régulo Black.

Primeira incursão a Caverna de Cristal Editar

Régulo ficou furioso com o tratamento que Voldemort dispensou a Monstro, e decidiu sabotar a busca de Voldemort pela a imortalidade. Ele não disse a ninguém sobre isso - nem mesmo Monstro - a fim de ajudar a garantir a segurança de sua família. Ele pediu a Monstro para levá-lo para a caverna, e em seguida bebeu a poção ele mesmo, permitindo a Monstro que trocasse a Horcrux por outro medalhão. Régulo tinha dito Monstro para deixá-lo na caverna, destruir o medalhão, e nunca contar a sua família o que tinha acontecido. Monstro não foi capaz de destruir o medalhão, apesar de muitas tentativas, e o medalhão original permaneceu no Largo Grimmauld, nº12, até que foi roubado por Mundungo Fletcher.

Segunda incursão a Caverna de Cristal Editar

Alvo Dumbledore tinha percebido que Tom Riddle tinha provavelmente criado várias Horcruxes, e começou uma busca para encontrar onde elas estavam escondidas. Uma história que ele investigou a partir da infância de Tom Riddle, onde ele tinha colocado pavor em dois de seus companheiros órfãos, durante uma visita à costa. Como parte dessa investigação, ele descobriu uma área que havia sido alterada por poderosa magia. Em 30 de Junho de 1997, Dumbledore e Harry partiram para a caverna para obter o Horcrux. Depois de penetrar as defesas exteriores, Harry e Dumbledore chegaram à ilha e descobriram que a Horcrux estava imersa em uma incandescência e verde poção. Depois de determinar que a poção só poderia ser removida se ele tivessem-na bebido, Dumbledore conjurou uma taça e começou a beber a poção.

Dumbledore começou a beber, e precisou de três taças da poção antes que ele fosse visivelmente afetado. O primeiro sintoma da poção foi dor. Então, muito parecido com um Dementador, ele aparentemente fez o bebedor reviver suas piores memórias. Finalmente, causou sede intensa. Desde a caverna causaria qualquer água que foi conjurado a desaparecer imediatamente, isso faria com que o indivíduo tivesse que beber do lago, que por sua vez iria despertar os Inferi, que iriam arrastar o indivíduo dentro do lago para se afogar. Harry e Dumbledore conseguiram escapar depois de Dumbledore conjurou um laço de fogo, como os Inferi - assim como todas as criaturas das trevas - temem fogo, luz e calor.

Efeitos da poção Editar

Embora seus efeitos não sejam completamente conhecidos, atua tanto como um veneno como quanto antídoto. A poção parece fazer com que o bebedor sinta dor intensa (descrito como uma sensação de queimação na parte interna), seguido por forçá-los a experimentar coisas terríveis, muito provavelmente as suas piores lembranças e medos, seguido finalmente por extrema sede depois de beber todo o conteúdo. No entanto, Alvo Dumbledore observou que o efeito da poção não poderia ser fatal, como Voldemort não iria querer matar imediatamente qualquer um que descobrisse a caverna e a horcrux dentro dele até que ele tivesse tempo e oportunidade para aprender como eles haviam descoberto a sua existência em primeiro lugar.

Aparições Editar

Notas e referências Editar

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória