FANDOM


"Há apenas um jornal mágico na Grã-Bretanha, que desconsidera publicações de pequena circulação como O Pasquim. O Profeta Diário, cuja sede fica no Beco Diagonal, é entregue diariamente por corujas a quase todos os lares bruxos da Grã-Bretanha."
—Descrição do jornal.[fnt]

O Profeta Diário é um jornal bruxo com sede em Londres. É a principal fonte de notícias para os bruxos britânicos. O editor atual é Barnabas Cuffe, que trabalha no escritório principal no Beco Diagonal.

Devido à sua capacidade de influenciar as mentes de muitos bruxos britânico (e provavelmente irlandês), o jornal é conhecido por ter seu conteúdo "manipulado" pelo Ministério da Magia (com que tem laços fortes) para dizer a versão do Ministério dos acontecimentos. Infelizmente, o Profeta não parece ter uma grande integridade jornalística, sendo conhecido por ser mais preocupado com vendas do que com a precisão factual. Em alguns casos, o Ministério da Magia é altamente dependente do Profeta Diário para garantir ao público que o Ministério da Magia está fazendo a coisa certa.

O jornal é entregue aos assinantes por coruja e assinaturas custar 1 nuque. Este jornal é entregue a professores e alguns alunos de Hogwarts no período da manhã, quando o correio coruja chega. O jornal apresenta duas edições: uma de manhã e uma a noite, o último dos quais é chamado de Profeta Vespertino. A edição de fim de semana é chamado de Profeta Dominical. Boletins de notícias adicionais podem ser entregues rapidamente quando ocorrerem eventos importantes. Como notícias mudanças, uma edição pode magicamente mudar, também, ao longo do dia, provavelmente por meio de um Feitiço de Proteu.

O Profeta Diário mantém uma lista de best-seller. Em algum ponto em Agosto de 1992, a autobiografia de Gilderoy Lockhart O Meu Eu Mágico estava comemorando seu 27a semana no topo.

Visão geral Editar

Distribuição Editar

O Profeta Diário, cuja sede fica no Beco Diagonal, é entregue diariamente por corujas a quase todos os lares bruxos da Grã-Bretanha. O pagamento é efetuado colocando moedas na bolsa amarrada à perna da coruja. Ocasionalmente (quando algo particularmente interessante ou excitante acontece, como o voo ilegal de um Ford Anglia pela Inglaterra), uma edição do Profeta Vespertino será apressada. Assinaturas custam 1 nuque. Este artigo é entregue a professores e alguns alunos de Hogwarts pela manhã, quando o correio coruja chega.

O Profeta não é a única publicação do mundo mágico britânico (e irlandês), mas é quase certamente o mais amplamente lido. Artigos do Profeta muitas vezes enganam a opinião pública. Quando o Profeta publicou histórias ridicularizando Harry Potter e Dumbledore, a maioria das pessoas no mundo bruxo acreditou no que liam. O jornal alternativo mais lido no mundo bruxo é o Pasquim.

Integridade jornalística Editar

Embora o Profeta Diário seja conhecido por imprimir fatos, ele também tem uma reputação um tanto negativa por ser incrivelmente preconceituoso, corrupto e enganador. É claro que, como há um forte controle governamental sobre o jornal, os fatos podem ser enganosos, se não mesmo falsas, e que certos meios de coletar informações parecem pouco éticos. O controle governamental do Ministério é mostrado da maneira que o Profeta Diário parece pressionar o governo e dar a volta às fontes oficiais, e várias pessoas nos círculos de Harry sentem que o Ministério da Magia "se apoia fortemente" no Profeta.

Em outros casos, o Profeta Diário tem um jornalismo enganoso - informação que, embora exatas na verdade, leva os leitores à conclusão errada. Há também ocasiões em que o jornal contém conteúdo impreciso ou difamatório. Parece que há pouca consideração pela precisão em qualquer forma e não há consequências ou responsabilidade por práticas jornalísticas deficientes.

Os meios antiéticos do Profeta Diário de coletar informações são vistos com mais precisão por Rita Skeeter, uma jornalista proeminente mas corrupta que escreve com total desconsideração pela exatidão, veracidade e objetividade - muitas vezes conduzindo entrevistas com uma pena mágica que escreve automaticamente o que se fala. No entanto, a pena não grava literalmente o que o sujeito diz. Em vez disso, ele pega as palavras e cria contos sensacionais e imprecisos que têm pouca semelhança com os eventos reais. Além disso, Skeeter se transforma ilegalmente em um besouro para espionar as pessoas e obter informações pessoais delas sem ser visto.

Descrição Editar

O Profeta Diário relata tudo o que acontece no mundo dos bruxos (embora nem sempre de maneira imparcial). Além de notícias, o Profeta Diário inclui uma coluna Magizoologista é realizada toda quarta-feira e uma seção de Quadribol que apresenta uma tabela de todas as equipes do campeonato, classificadas pelo número total de pontos marcados, com as próximas partidas listadas lado a lado. Esta seção também inclui artigos sobre partidas recentes e outros itens de interesse.

Os bruxos tende a não exigir sabores políticos alternativos em sua cobertura noticiosa (o que não quer dizer, no entanto, que o Profeta não tenha uma agenda política). Como uma comunidade pequena, de fora e ocasionalmente sitiada, os magos estão, em geral, interessados ​​nos mesmos tipos de histórias: se alguém está em apuros por infrações do Estatuto Internacional de Sigilo em Magia, que legislação irritante a Seção de Controle do Mau Uso dos Artefatos dos Trouxas, e quando o próximo concerto da Celestina Warbeck/Esquisitonas terá lugar.

Há também uma seção editorial do jornal, onde poucos recebem respostas e são geralmente breves. Avisos de nascimento e morte também aparecem. A seção de conselhos do Profeta tem uma variedade de especialistas em diferentes áreas que respondem às perguntas dos leitores. Alguns tópicos abordados no passado foram Consultas Médicas, Dilemas Emocionais, Problemas Legais e problemas mágicos quotidianos. Às vezes, o Profeta Diário tem um jogo de palavras cruzadas "diabolicamente difícil" e geralmente tem uma loteria Mágica e um Jogo de Símbolos Mágicos

Profeta Vespertino Editar

O Profeta Vespertino era o nome da edição vespertina do Profeta Diário. Presumivelmente, esta edição incluiu diferentes características, em comparação com a edição da manhã o Profeta Dominical.

Edições vespertinas que aparentemente podem ser entregues rapidamente depois que uma história importante é quebrada. Uma bruxa ou bruxo em qualquer lugar da Grã-Bretanha pode ter uma cópia em mãos dentro de um curto período de tempo de publicação. Por exemplo, quando Ronald Weasley e Harry Potter foram vistos por trouxas pilotando o Ford Anglia voador, Snape tinha uma cópia do Profeta Vespertino em sua mão contando sobre isso logo depois que eles chegaram. Um dos trouxas que os viu estava em Peebles, que é relativamente perto de Hogwarts, então a história não poderia ter mais de uma hora naquele momento.

Profeta de Dominical Editar

O Profeta Dominical é o nome da edição de fim de semana do Profeta Diário. Presumivelmente, esta edição inclui recursos diferentes, em comparação com a edição diária.

História Editar

Criação Editar

O Profeta Diário vem sendo produzido desde, pelo menos, 1743.

Início do século XX Editar

Profeta Diário - 29 de Novembro de 1926

Profeta Diário de 29 de novembro de 1926.

O Profeta Diário cobriu a ascensão de Gerardo Grindelwald ao poder, questionando se o então Ministro da Magia Hector "Flamboyant" Fawley estava fazendo o suficiente e detalhando as medidas de segurança aumentadas tomadas na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

História recente Editar

Negação do Ministério da Magia Editar

"Muito bem, Fudge está ameaçando o Profeta, o que dá no mesmo. O jornal não vai publicar uma reportagem favorável a Harry. Ninguém quer lê-la. É contra o sentimento público. Essa última fuga de Azkaban já deixou as pessoas bem preocupadas. Ninguém quer acreditar que Você-Sabe-Quem retornou."
Rita Skeeter sobre o papel do Profeta Diário durante a campanha para desacreditar Alvo Dumbledore e Harry Potter[fnt]
Profeta Diário O Garoto Que Mente

Um artigo do Profeta Diário mostrando o Ministério em Negação.

Durante a campanha feita pelo Ministério para desacreditar e caluniar Albus Dumbledore e Harry Potter, o Profeta foi uma ferramenta instrumental do Ministério em seu objetivo de convencer o público de que Albus Dumbledore e Harry Potter foram mercadores do medo ou simplesmente loucos. O Ministério da Magia foi responsável pelo jornalismo injusto pelo qual Cornélio Fudge se esforçou para desacreditar a história de Dumbledore do retorno de Lord Voldemort. Hermione Granger assinou o jornal para saber o que o inimigo estava dizendo. Algumas pessoas, como Augusta Longbottom, cancelaram suas assinaturas, pois acreditavam em Dumbledore e não no Ministério.

Hermione Granger assinou o jornal para se manter no por dentro dos planos do Ministério e ver o que o inimigo estava dizendo. Algumas pessoas, como Augusta Longbottom, cancelaram suas assinaturas por acreditarem em Dumbledore e Harry. Originalmente, Harry continuava recebendo sua assinatura apenas para folhear a primeira página em busca de informações sobre os movimentos de Voldemort, já que ele não sabia da negação do Ministério. Por causa disso, ele perdeu os deslizes dele e Dumbledore sendo antagonizados. Ao perceber o que estava acontecendo, Harry cancelou sua assinatura.

Depois de Fudge ser forçado a admitir que Voldemort havia retornado, o Profeta mudou sua postura do dia para a noite, chamando Harry "uma voz solitária da verdade". O jornal até comprou, d'O Pasquim, a entrevista de Harry sobre o retorno de Voldemort e alegou que era exclusiva.

Segunda Guerra Bruxa Editar

Depois da Batalha do Departamento de Mistérios e de o Ministério ser obrigado a aceitar no renascimento de Lord Voldemort, o Profeta Diário informou sobre toda a tragédia e terror que afetavam bruxos e trouxas igualmente. Isto incluiu a noticiar a morte de Amélia Bones e Emmeline Vance, a detenção incorreta de Stanislau Shunpike, e a prisão de Mundungus Fletcher estava se passando por um Inferius.

Sob controle dos Comensais da Morte Editar

Quando os Comensais da Morte assumiram o Ministério, eles também assumiram o Profeta Diário, e, posteriormente, eles pararam de relatar mortes das quais Comensais da Morte eram os responsáveis. Eles também imprimiram notícias falsas e tendenciosas, tais como artigos sobre nascidos trouxas roubando a magia dos verdadeiros bruxos. Como tal, muitos membros da resistência viraram-se para outros programas de notícias, como o Observatório Potter e O Pasquim.

Conteúdo Editar

Canto das Crianças (página 12)

Posições conhecidas Editar

  • Editor
  • Editor de segurança
  • Editor de esportes
  • Repórter
  • Fotógrafo
  • Assistente de fotógrafo
  • Correspondente Sênior de Quadribol
  • Magizoologista Chefe
  • Colunista de Conselho (Geral)
  • Colunista de conselhos para problemas jurídicos
  • Colunista de Conselho para Problemas Pessoais
  • Conselheiro colunista para problemas médicos
  • Colunista de Conselho para Problemas Mágicos
  • Colunista de opinião

Funcionários conhecidos Editar

Editor chefe Editar

Editor de segurança Editar

  • R. Amorin - escreveu um artigo cobrindo a fuga de dez Comensais da Morte de Azkaban em 1996

Editor de esportes Editar

  • Ginevra Potter - Correspondente de Quadribol durante a Copa Mundial de Quadribol de 2014

Repórteres Editar

  • A. Fenetre - repórter do Profeta Diário que escreveu um artigo sobre como as autoridades de segurança em Azkaban
  • Andy Smudgley - Em 1991, ele escreveu um artigo sobre uma invasão no Gringotts Wizarding Bank.
  • Betty Braithwaite - entrevistou Rita Skeeter sobre seu próximo livro sobre Dumbledore
  • M. Amerinus - escreveu um artigo sobre um incidente envolvendo dois porcos voadores e um trouxa em 1994
  • M. Carneirus - escreveu uma história sobre o ataque do Comensal da Morte na Copa do Mundo de Quadribol em 1994
  • R. Almeidas] - foi um repórter do Profeta Diário que escreveu uma história sobre o ataque do Comensal da Morte na Copa Mundial de Quadribol em 1994
  • Rita Skeeter - Repórter, Correspondente Especial e Correspondente de Fofocas
  • E. Limus - trabalhou como repórter e colunista do Profeta Diário
  • Kikis Trecus - Trecus escreveu um artigo sobre o próximo jogo final da Copa Mundial de Quadribol
  • Kevinus Morrisons - Ele escreveu um editorial intitulado "Ameaça Grindelwald: Fawley Flamboyant está fazendo o suficiente?"

Colunistas de Conselhos Editar

Correspondentes Editar

Fotógrafos Editar

  • Adrian - foi um mago que trabalhou como fotógrafo
  • Bozo - parceiro fotógrafo de Rita

Vendedores de jornais Editar

  • Vendedor de jornal não identificado

Artigos conhecidos Editar

Ver também Editar

Por trás das cenas Editar

  • A adaptação cinematográfica de Harry Potter e a Ordem da Fênix estabelece que, além das corujas, cópias do Profeta Diário também estão disponíveis nos fornecedores de jornais do Ministério da Magia.
  • Diversas montagens na adaptação cinematográfica de Harry Potter e a Ordem da Fênix parecem mostrar vários exemplos da fotografia em movimento do Profeta com áudio. Não está claro se isso é feito apenas para efeito dramático, ou se, de fato, algumas histórias do Profeta Diário incluem áudio.
  • Na adaptação cinematográfica de Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Hermione Granger usou um Profeta Diário para acertar Harry Potter na cabeça quando ele comentou que ele era O Eleito e que deu a Romilda Vane o direito de se interessar por ele.
  • Uma cópia do Profeta Diário está incluído gratuitamente com café da manhã no Caldeirão Furado.

Aparições Editar

Wiki
A Harry Potter Wiki tem 27 imagens relacionadas a Profeta Diário.

Notas e referências Editar

[de:Der Tagesprophet]]