Fandom

Harry Potter Wiki

Profeta Diário

2 045 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Profeta diário.jpg

O Profeta Diário é um jornal bruxo com sede em Londres. É a principal fonte de notícias para os bruxos britânicos. O editor atual é Barnabas Cuffe, que trabalha no escritório principal no Beco Diagonal. Devido à sua capacidade de influenciar as mentes de muitos bruxos britânico (e provavelmente irlandês), o jornal é conhecido por ter seu conteúdo "manipulado" pelo Ministério da Magia Britânico (com que tem laços fortes) para dizer a versão do Ministério dos acontecimentos. Infelizmente, o Profeta não parece ter uma grande de integridade jornalística, sendo conhecido por ser mais preocupado com vendas do que com a precisão factual. Em alguns casos, o Ministério da Magia é altamente dependente do Profeta Diário para garantir ao público que o Ministério da Magia está fazendo a coisa certa.

O jornal é entregue aos assinantes por coruja e assinaturas custar 1 nuque. Este jornal é entregue a professores e alguns alunos de Hogwarts no período da manhã, quando o correio coruja chega. O jornal apresenta duas edições: uma de manhã e uma a noite, o último dos quais é chamado de Profeta Vespertino. A edição de fim de semana é chamado de Profeta de Domingo. Boletins de notícias adicionais podem ser entregues rapidamente quando ocorrerem importantes. Como notícias mudanças, uma edição pode magicamente mudar, também, ao longo do dia, provavelmente por meio de um feitiço de Metamorfose.

O Profeta Diário mantém uma lista de best-seller. Em algum ponto em Agosto de 1992, a autobiografia de Gilderoy Lockhart O meu eu mágico estava comemorando seu 27º semana em cima dele.

História Editar

O Profeta Diário vem sendo produzido desde, pelo menos, 1743.

Negação do Ministério da Magia Editar

Durante a campanha feita pelo Ministério para desacreditar e caluniar Albus Dumbledore e Harry Potter, o Profeta foi uma ferramenta instrumental do Ministério em seu objetivo de convencer o público de que Albus Dumbledore e Harry Potter foram mercadores do medo ou simplesmente loucos. O Ministério da Magia foi responsável pelo jornalismo injusto pelo qual Cornélio Fudge se esforçou para desacreditar a história de Dumbledore do retorno de Lord Voldemort. Hermione Granger assinou o jornal para saber o que o inimigo estava dizendo. Algumas pessoas, como Augusta Longbottom, cancelaram suas assinaturas, pois acreditavam em Dumbledore e não no Ministério.

Depois de Fudge ser forçado a admitir que Voldemort havia retornado, o Profeta mudou sua postura do dia para a noite, chamando Harry "uma voz solitária da verdade". O jornal até comprou, d'O Pasquim, a entrevista de Harry sobre o retorno de Voldemort e alegou que ele era exclusiva.

Segunda Guerra Bruxa Editar

Depois da Batalha do Departamento de Mistérios e de o Ministério ser obrigado a aceitar no renascimento de Lord Voldemort, o Profeta Diário informou sobre toda a tragédia e terror que afetavam bruxos e trouxas igualmente. Isto incluiu a noticiar a morte de Amélia Bones e Emmeline Vance, a detenção incorreta de Stanislau Shunpike, e a prisão de Mundungus Fletcher estava se passando por um Inferius.

Sob controle dos Comensais da Morte Editar

Quando os Comensais da Morte assumiram o Ministério, eles também assumiram o Profeta Diário, e, posteriormente, eles pararam de relatar mortes das quais Comensais da Morte era os responsáveis. Eles também imprimiram notícias falsas e tendenciosa, tais como artigos sobre nascidos trouxas roubando a magia dos verdadeiros bruxos. Como tal, muitos membros da resistência virou-se para outros programas de notícias, como o Observatório Potter e O Pasquim.

Distribuição Editar

O Profeta não é a única publicação do mundo mágico britânico (e irlandês), mas é quase certamente o mais amplamente lido. Artigos do Profeta muitas vezes enganam a opinião pública. Quando o Profeta publicou histórias ridicularizando Harry Potter e Dumbledore, a maioria das pessoas no mundo bruxo acreditou no que liam. O jornal alternativo mais lido no mundo bruxo é o Pasquim.

Ver também Editar

Por trás das cenas Editar

  • Uma cópia do Profeta Diário está incluído gratuitamente com café da manhã no Caldeirão Furado]].

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória