Fandom

Harry Potter Wiki

Queda do Ministério da Magia

2 045 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Queda do Ministério.gif

Shacklebolt avisa a Ordem da Fênix sobre a queda do Ministério.

A Queda do Ministério da Magia refere-se ao golpe perpetrado por Lord Voldemort contra o Ministério da Magia em 1 de Agosto de 1997, durante o auge da Segunda Guerra Bruxa.

O golpe foi precedido pelos Comensais da Morte usarem a Maldição Imperius para controlar altos funcionários no Ministério, incluindo Pio Thicknesse, o chefe do Departamento de Execução das Leis da Magia. Eles finalmente conseguiram obter número suficiente de pessoas no local para assassinar o Ministro da Magia Rufo Scrimgeour, e para instalar Pio Thicknesse em seu lugar como fantoche de Voldemort. Ao longo do próximo ano, o Ministério realizou muitas atrocidades em linha com a ideologia dos Comensais da Morte, criando nomeadamente a Comissão de Registro dos Nascidos-Trouxas, a fim de prender inocentes nascidos trouxas em Azkaban.

Após a Batalha de Hogwarts em 2 de Maio de 1998, que resultou na derrota final de Voldemort nas mãos de Harry Potter e o fim da Segunda Guerra Bruxa, o Ministério foi levado de volta e mais tarde reformado.

História Editar

Mais de um ano desde a declaração de guerra aberta, a situação no mundo bruxo não era muito boa. As mortes continuaram por todo o país, na comunidade bruxa e na trouxa, e Lord Voldemort e seus Comensais da Morte subiam em força; a maior parte diste foi devido ao fato de o ex-Ministro da Magia Cornélio Fudge se recusar a reconhecer o retorno de Voldemort no desejo de Fudge para evitar a destruição da paz que o Ministério tinha trabalhado tão duro para manter, assim, uma oportunidade para os cidadãos prepararem-se para esta tragédia foi perdido e permitiu-se que os Comensais da Morte tivessem um ano inteiro para reconstruir as suas forças sem problemas. Pela evidência irrefutável do retorno de Voldemort, o Ministério se encontrava com sérios problemas, o que foi agravado quando ambos Fudge e seu sucessor Rufus Scrimgeour estavam mais preocupados com a reputação do Ministério do que com a segurança real, tais como encobrir fugas e prender suspeitos aleatórios.

O plano Editar

Thicknesse regime.png
No verão de 1997, Voldemort e seus seguidores planejaram derrubar o Ministério da Magia. Para este fim, houve uma fuga de Comensais da Morte de Azkaban, que o Ministério decidiu manter em sigilo para não causar pânico. Voldemort montou sua sede na Mansão Malfoy e tinha seus servos usando a Maldição Imperius para controlar funcionários em lugares altos dentro do Ministério. Por volta de julho, Yaxley retransmitiu a informação para Voldemort na Reunião na Mansão Malfoy que ele tinha conseguido colocar Pio Thicknesse, chefe do Departamento de Execução das Leis da Magia, sob a Maldição Imperius. Porque Thicknesse tinha contato regular com o Ministro da Magia Rufo Scrimgeour e com os chefes de outros departamentos do Ministério, ele foi útil para subjugar os outros para controle dos Comensais da Morte quando Voldemort finalmente decidiu encenar o golpe.

Os Comensais da Morte também fizeram uso de seu controle crescente do Ministério para monitorar se Harry Potter usava a Rede de Flu ou tentava aparatar. Isto obrigou a Ordem da Fênix para transportá-lo longe da casa de seus parentes por voo. Quando eles foram emboscados por Comensais da Morte, uma batalha se seguiu.

Golpe e nova ordem Editar

Em 1 de Agosto de 1997, os Comensais da Morte colocaram seu plano em ação. Rufo Scrimgeour foi interrogado por informações sobre o paradeiro de Harry Potter, mas se recusou a ceder, ele foi brutalmente torturado e assassinado. Thicknesse foi instalado em seu lugar como fantoche de Voldemort. O golpe foi descrito como "rápido e tranquilo" e praticamente em silêncio, e muitos membros do público não sabiam do golpe. Isto foi a assegurar que a comunidade fosse suprimida com a confusão e desconfiança, como se Voldemort houvesse declarado a si próprio ministro, poderia ter induzido a uma rebelião aberta. A versão oficial do que aconteceu foi que Scrimgeour renunciou ao cargo de ministro.

O golpe também resultou em Voldemort tomando o controle do jornal Profeta Diário, o que lhe permitiu controlar a informação dada ao público. Com esta nova ferramenta, ele espalhou propaganda contra Harry Potter, nascidos trouxas, e os aliados da Ordem da Fênix. Este foi disfarçado como a nova política do Ministério.

Usando o poder do Ministério, os Comensais da Morte conseguiram derrubar as proteções que a Ordem haviam colocado em torno de sua nova sede, n'A Toca, e as suas casas seguras, bem como usar feitiços ilegais para induzir medo e repressão. Comensais da Morte chegara na Toca durante a recepção do casamento de Gui Weasley e Fleur Delacour, mas Kingsley Shacklebolt tinha conseguido enviar alertas usando seu Patrono. Alguns convidados escaparam, incluindo Harry, Hermione Granger e Ronald Weasley. Aqueles que permaneceram foram interrogados e espancados, mas ninguém foi morto. Outros ligados à Ordem, como Ted e Andrômeda Tonks, também foram torturados para obter informações sobre Harry, mas deixados vivos. Eles também atacaram a casa de Dédalo Diggle em um atentado contra sua vida. No entanto, ele não estava lá, e a casa foi incendiada.

Vários Comensais da Morte passaram a ocupar posições de alto escalão no Ministério, incluindo Travers e Selwyn, e Yaxley se tornou o novo chefe do Departamento de Execução das Leis da Magia. A maldição Tabu foi colocada sobre o nome de Voldemort, quase imediatamente, como um método de rastrear inimigos, já que as únicas pessoas corajosas o suficiente para chamar Voldemort pelo seu nome eram os membros da Ordem da Fênix. Antonin Dolohov e Thorfinn Rowle quase capturado Harry, Ron e Hermione este caminho depois segui-los a Tottenham Court Road. Harry Potter foi declarado Indesejável Número Um, com uma recompensa em sua cabeça, e qualquer pessoa com ligações conhecidas a ele foi colocado sob vigilância, tais como Arthur Weasley.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória