Fandom

Harry Potter Wiki

Segunda Guerra Bruxa

2 046 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

SGB 001.png

A Segunda Guerra Bruxa (1995 -1998) refere-se aos eventos ocorridos desde a volta de Lord Voldemort em 24 de Junho de 1995, embora não fosse anunciada até 17 de Junho de 1996, e acabou com a Batalha de Hogwarts em 2 de maio de 1998.

História Editar

Guerra Editar

Retorno de Lord Voldemort Editar

No início, as vítimas passaram despercebidas pela maioria. Bertha Jorkins, uma oficial do Departamento de Cooperação Internacional em Magia, foi capturada por Pedro Pettigrew durante suas férias na Albânia no verão de 1994. Ela foi interrogada para obter informações sobre o Torneio Tribruxo e depois assassinada com a Maldição da Morte. Franco Bryce, jardineiro trouxa da mansão da família Riddle, foi assassinado por Voldemort com a Maldição da Morte em 20 de Agosto de 1994, depois de ter ouvido os planos de Voldemort para assassinar Harry Potter.

Bartô Crouch Sr., chefe do Departamento de Cooperação Internacional em Magia no Ministério, foi morto por seu filho Bartô Crouch Jr., em Maio de 1995. Bartô tinham sido presos em Azkaban pelo crime de tomar parte na captura e, por meio da Maldição Cruciatus, torturar os Longbottom. Mais tarde, seu pai retirou-o para fora da prisão para cumprir o último desejo da Sra Crouch. No entanto, com a ajuda de Lord Voldemort e Pedro Pettigrew, Crouch Jr. conseguiu se libertar da Maldição Imperius de seu pai e assumiu o cargo de de professor de Defesa Contra as Artes das Trevas em Hogwarts, em um esquema elaborado para assumir a identidade de Alastor Moody. Seu pai foi posteriormente colocado sob a Maldição Imperius por Lord Voldemort, mas quando ele escapou, ele foi assassinado por seu filho antes que pudesse revelar a verdade a Dumbledore.

Voldemort retorna.gif

Voldemort retoma um corpo físico próprio.

Na mesma noite, Cedrico Diggory foi assassinado por Peter Pettigrew, que usou a Maldição da Morte sob ordens de Voldemort, com a varinha de Voldemort. Através de um feitiço e poção, Voldemort recuperou sua forma física, e tentou duelar com Harry Potter. Isto falhou, como os "ecos" de suas vítimas anteriores, incluindo Tiago e Lily Potter, Cedrico Diggory, Bertha Jorkins, e Franco Bryce apareceram à devido ao Priori Incantatem. Eles detiveram o poder do de feitiço de Voldemort, permitindo que Harry escapasse usando a Taça Tribruxo como uma chave de portal de volta a Hogwarts.

Negação do Ministério Editar

ver artigo principal: Campanha para difamar Alvo Dumbledore e Harry Potter

CDPD.jpg

Artigo do Profeta Diário mostrando o Ministério caluniando Harry Potter e quem nele acreditava.

Pouco depois de Harry sair do labirinto alegando que Voldemort havia retornado, Cornélio Fudge, o Ministro da Magia, se recusou a acreditar, como poderia comprometer sua posição como Ministro. Em vez de trabalhar com Dumbledore para preparar o mundo bruxo para a batalha e tentar parar os Comensais da Morte, Cornélio Fudge lançou uma campanha para caluniar e desacreditar tanto Harry Potter quanto Alvo Dumbledore, como Fudge era paranoico de que Dumbledore queria usurpar sua posição de Ministro. Fudge usou sua influência no Profeta Diário para convencer o público bruxo de que Dumbledore e Harry estavam loucos, e mentindo para chamar a atenção e que tudo estava indo bem no mundo.

O Ministério nomeado Dolores Umbridge como professora de Defesa Contra as Artes das Trevas em Hogwarts, e logo ela se tornou a Alto Inquisidor de Hogwarts, dando-lhe um enorme poder sobre os alunos e os professores e fazendo cumprir a agenda do Ministério em Hogwarts. Harry foi ainda mais alienado por alunos e amigos, como Seamus Finnigan, e até mesmo o irmão de seu amigo de Ronald Weasley Percy Weasley, que escreveu uma carta para Ronald dizendo que Ron deveria se distanciar de Harry. Umbridge também puniu Harry com tortura, detenções e banindo-o do Time de Quadribol de Grifnória.

CDPD 002.jpg

Profeta Diário contra Dumbledore.

No entanto, Harry encontrou forças e formou uma organização secreta com seus amigos chamado Armada de Dumbledore para se prepararem para a guerra que iria em breve acontecer. Como Armada de Dumbledore treinava, desaparecimentos continuaram a ocorrer como Voldemort ganhava o poder, enquanto o Ministério fazia vista grossa a isso. Os dementadores que guardavam Azkaban começavam a se bandear para o lado de Voldemort e uma grande fuga ocorreu, incluindo a libertação da notoriamente sádica Comensal da Morte Belatriz Lestrange. Dumbledore foi forçado a fugir da escola quando a Armada de Dumbledore foi descoberta e ele assumiu a culpa por isso, e Umbridge foi nomeado diretora de Hogwarts, embora ela não tivesse muito a ajuda dos outros professores para parar o caos que os alunos causavam.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória