Fandom

Harry Potter Wiki

Varinha

2 045 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Share

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

"A varinha escolhe o bruxo...não está claro o porquê."
Olivaras conversando com Harry Potter[fnt]

Uma varinha é um instrumento mágico quase consciente pelo qual uma bruxa ou bruxo (escolhido pela varinha) canaliza seus poderes mágicos. A maioria dos feitiços é feita com a ajuda de uma varinha, mas é possível utilizar feitiços sem varinha. Magia sem varinha é, porém, muito difícil e requer muita concentração e considerável habilidade; apenas bruxos realmente avançados sabem fazer essa forma de magia.[1]

Normalmente, a magia com varinha é usada com um encantamento, mas feitiços não-verbais são também possíveis para bruxos com mais experiência e são melhores para duelos, porque o oponente não terá jeito de saber qual será o feitiço lançado e pode não ser capaz de proteger-se adequadamente a tempo. Varinhas são chamadas de "quase conscientes" porque elas são o mais próximo de animado do que um ser inanimado pode chegar. Provavelmente é porque elas são cheias de magia.[2]

Varinhas são produzidas e vendidas por artesãos de varinhas, o mais famoso deles na Grã-Bretanha sendo Olivaras e também Gregorovitch. Cada varinha é feita com uma madeira específica com uma substância mágica fazendo o cerne. Mesmo que a madeira de duas varinhas sejam da mesma árvore, ou o cerne delas sejam da mesma criatura, não há duas varinhas existentes que sejam iguais. O estudo da história e das propriedades mágicas das varinhas se chama Varinhologia.

Adquirindo uma VarinhaEditar

A maioria dos bruxos e bruxas adquire suas varinha quando têm onze anos de idade, pouco antes de começarem sua educação mágica. A maioria dos bruxos e bruxas britânicos pegam suas varinhas no Olivaras Varinhas no Beco Diagonal, onde eles podem tentar várias varinhas até achar aquela que se harmoniza com eles, ou o contrário, a varinha pode achar o bruxo que harmoniza com ela.

Varinhas e VarinhologiaEditar

Varinhologia é uma classe específica da magia que se refere à história e propriedades mágicas das varinhas. O Sr. Olivaras diz que é "um complexo e misterioso ramo da magia."[3] A ideia que a varinha escolhe o bruxo é parte da varinhologia, assim como a idéia de que as varinhas podem mudar de possessão

MateriaisEditar

180px-Hermione Granger's wand.gif

Varinha de Hermione Granger (parreira, 27 centímetros, corda de coração de dragão).

Geralmente, varinhas são longas, finas varas de madeira com uma substância mágica no seu cerne. Alguns dos tipos de madeira usados incluem azevinho, pilriteiro, aveleira, carvalho, cerejeira, parreira, tramazeira, hera, jacarandá, abrunheiro, salgueiro, olmo, freixo, mogno, teixo, bétula, sabugueiro, entre outras. Os cernes que foram documentados são pena de fênix, corda de coração de dragão, cabelo de Veela, pêlo da cauda de unicórnio, e pêlo da cauda de testrálio. O artesão de varinhas Garrick Olivaras não usa cabelo de Veela, porque ele diz que faz varinhas "temperamentais". Outras substância mágicas também são usadas como cernes, mas são consideradas como menos poderosas, como pelo de lobisomempelo de seminviso e, muito raramente, pelo da cauda de centauro.

NN8200Llh.jpg

A varinha de ameixeira-brava

Outras características importantes das varinhas são o seu comprimento e rigidez, indo de "inflexível" a "elástica". Todos esses fatores diferentes têm algum efeito sobre a varinha, mas não se sabe atualmente no que esses fatores influenciam. As características de uma varinha parecem ter alguma influência sobre o tipo de magia que ela serve. Por exemplo, a varinha de Tiago Potter era excelente para Transfiguração, e a de Lílian Evans foi descrita como boa para Feitiços.

O processo exato de se fazer uma varinha é desconhecido. Provavelmente é tão difícil e complexo quanto a varinhologia.

Propriedades Gerais das VarinhasEditar

1584639.jpg

As varinhas da Armada de Dumbledore.

Em quase todos os casos documentados, a varinha escolhe o bruxo. Isso se dá ao fato da personalidade única de cada varinha, que deve se adequar com a do bruxo, porque um bruxo não será capaz de fazer magia se as personalidades dele e de sua varinha sejam conflitantes, e a magia do bruxo será mais fraca do que sua própria varinha.[3] Ao tentar varinhas diferentes, um bruxo pode causar algum dano quando ele encontra uma varinha que não é adequada para ele.[4] Desafortunadamente, essa é a única maneira de encontrar uma varinha que se adeque a um bruxo ou bruxa, embora o Sr. Olivaras não se importe muito com isso.

Como números também têm propriedades mágicas, é também possível que o comprimento de uma varinha tenha algum significado simbólico relacionado aos seus donos, como seus cernes.

Exemplos de dano causado por varinhas "desarmonizadas" puderam ser vistos em 1991, quando caixas de varinhas saíram das prateleiras e bateram nas paredes e quando uma jarra de vidro foi explodida como resultado por Harry Potter ter usado as varinhas erradas. Ele tentou várias varinhas até finalmente achar a varinha que o escolheu. Aparentemente, uma sensação quente é sentida quando o bruxo ou bruxa põe as mãos na varinha correta, e algumas vezes a varinha emite algumas faíscas ou qualquer tipo similar de magia.[4]

RonBrokenWand.jpg

Rony Weasley com sua varinha quebrada.

Varinhas são capazes de mudar de dono. Quando o dono de uma varinha é desarmado, estuporado, ou morto, a varinha pode aceitar o atacante de seu dono antigo como seu novo dono. Isso é majoritariamente observado na Varinha das Varinhas, que, de acordo com Alvo Dumbledore, apenas respeita o poder. A Varinha das Varinhas pode transferir sua possessão mesmo que seu mestre não a possua no momento. É desconhecido se outras varinhas compartilham essa característica, apesar de acreditar-se que não.[3] A maioria das varinhas têm uma afinidade com seus mestres que não é facilmente quebradas. Mas na maioria das vezes essa afinidade é rompida; se for, o bruxo ou bruxa derrotado deveria comprar uma varinha nova ao invés de continuar usando-a, pois ela não mais será tão poderosa quanto antes, embora isso seja difícil de acontecer. Porém, varinhas que sejam tomadas em circunstâncias de natureza competitiva ou amigável, ou são roubadas sem o seu antigo mestre ser atacado, não mudará sua fidelidade.[5]

Varinhas podem ser quebradas com feitiços ou dano físico. Varinhas nessas condições terão suas habilidades mágicas reduzidas. Mesmo quando reparadas, a magia da varinha pode não se acostumar e a varinha terá chances de quebrar de novo enquanto estiver fazendo magia. A Varinha das Varinhas é capaz de reparar completamente varinhas quebradas, embora essa habilidade possa ser perdida caso seu dono atual (Harry Potter) morra sem ser derrotado, e grande parte do poder da varinha desaparecerá.[3]

Varinhas são quase conscientes, significando que embora não possam se comunicar ou pensar como um humano, elas agem de acordo com sua própria vontade. Isso explica como elas escolhem o bruxo/bruxa, e também explica porque a varinha de Harry foi capaz de agir por si só contra Voldemort.[3] Varinhas podem algumas vezes mostrar partes de suas personalidades, como timidez (relutância de sair da caixa antes de ser comprada).[6]

Notas e referênciasEditar

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória